Rotary

História do

Rotary Club de Ribeirão Preto

Rotary Club de Ribeirão Preto

1ª FASE: 1929 / 1935

 

Quando do nosso cinquentenário (2ª fase), em 1993, escrevemos para RI em Evanston solicitando dados da primeira fase que julgávamos estivesse em arquivo (Distrito 72 – clube nº 3161). Para minha surpresa e decepção, RI informou que nada havia daquela época.

 

O documento mais antigo que temos é o a proposta de admissão de três novos sócios (a papeleta dos 10 dias) de 8 de agosto de 1929. Não temos dados que informem quando, exatamente, o clube 3161 foi fundado.

 

Da documentação existente relacionamos os seguintes nomes que compuseram o quadro social da primeira fase, não considerando a data de admissão:

Almiro de Lima Pedreira

Edgardo Cajado

Sebastião Penteado Junior

Domingos de Vilhena (P 33/34)

José Claudio Lousada

Kadori Naruse

Armando Bittencourt (S 29/30)

Arthur Vasconcellos

Antonio José Correa

Oscar de Camargo Penteado

Antonio Rodrigues da Silva

Antenor Romano Barreto

José Carlos Senna

Jacob Schmidt

Mario Guimarães Lins (P 31/32 e 34)

João Monteiro

Thomaz Nogueira Gaia

Raul Peixoto

Octavio Jorge

Orlando Flores

Manoel Penna

Francisco Pompeu Camargo

Luiz Ribeiro de Araujo

João Palma Travassos

Antonio Carlos Pompeu Camargo

Luiz de Souza Freire Filho

Jayme Monte Alegre

Albano José de Carvalho

Raphael Pirajá

Alcibiades França de Faria (S 31/32)

Valerio Strang

Mario Porto Mattos

Romualdo Monteiro de Barros (S 1934)

L. Dupré (S 30/31)

Renato Leite

Francisco Alves

Observação:
S=Secretário
P=Presidente

 

As reuniões do clube aconteciam aos sábados, 19 horas no Central Hotel. Em março de 1932 o clube tinha 24 sócios e em junho de 1933 tinha 17 sócios.

 

Em carta de 14 de maio de 1934, o tesoureiro de RI no Brasil, Lauro Borba, de Recife dizia na carta “é animadora a perspectiva de que o clube se reerguerá  elevando seu número para 15 sócios. Naquela época o clube tinha só 8 sócios”.

 

Os dois últimos documentos em nosso arquivo são um aviso do “Rotary Brasileiro” sobre cobrança relativa a 15 sócios (17/06/35) e carta da mesma revista rotária sobre o mesmo assunto (19/06/35).

 

Na primeira fase deve ter sido fechado lá por setembro / outubro de 1935. A causa do fechamento? Divergências internas e inanição, isto é, desinteresse dos sócios remanescentes. Faltou, o que na época era chamado de Educação Rotária. O mais curioso é que em 10 de fevereiro de 1935 era fundado o RC de Jaboticabal  (padrinho o Araraquara, também 1ª fase) e o RC Franca em 8 de março de 1935 sendo padrinho o nosso clube, que fechou no 2º semestre daquele ano.

 

O distrito 72 abrangia o Brasil inteiro e tinha 17 clubes, entre eles: Rio de Janeiro, São Paulo, Santos, Varginha, Niterói, Petrópolis, Juiz de Fora, Poços de Caldas, Porto Alegre, Pelotas e Recife. Era governador 34/35 do distrito 72 o companheiro José Carlos de Moraes Sarmento, do RC Juiz de Fora. Seu sucessor 35/36 foi quem fechou o clube, provavelmente. Um dado importante que deve ser destacado é a circular avisando que o governador do distrito 72 mandou suspender as reuniões do clube “até ulterior deliberação, o que se dará, muito provavelmente, depois de normalizada a situação do país”. (31.10,30)

 

Era a revolução de 30 em andamento. Mas logo a seguir, a circular de 21 de novembro de 30 conclamava para a 1ª reunião do mês de novembro. Os efeitos da revolução de 30 foram de curta duração na vida do clube.

 

2ª FASE

Exatos 2500 novos clubes depois (3161 para 5661, em 1942) e passados sete anos, o RC Campinas, tendo como padrinho o companheiro José Ribeiro de Almeida fundava, novamente, o RC Ribeirão Preto:

  • Fundado em 31 de julho de 1942.
  • Admitido em 13 de setembro de 1943.
  • Diplomado em 26 de março de 1944.

Toda essa demora deve-se à Segunda Guerra Mundial e as dificuldades de comunicação da época.

 

O primeiro Presidente foi o companheiro Alcides de Araujo Sampaio (42/43) e o segundo e quem recebeu a diplomação (clube nº 5661) foi o companheiro João Palma Travassos (43/44).

 

O destaque importante é que o companheiro João Palma Travassos foi o único companheiro da 1ª fase que participou da fundação da 2ª fase. Acredito que algum de seus familiares deve ter registros destas duas fases.

 

As reuniões aconteciam no Palace Hotel, aos sábados às 12:30. Segundo “Rotary Brasileiro” em 1942 o distrito era o 28 e o Governador era José Levi Sobrinho do RC Limeira, mas já em 1944 o distrito era o 41 e o governador era o companheiro Cleso de Castro Mendes, de Campinas e que entregou o diploma de Admissão. Estes acontecimentos foram notícia na revista “Rotary Brasileiro” nº 165 de novembro de 1942 e 187 de Maio de 44.

 

 

Foram sócios fundadores:

 

Alcides de Araujo Sampaio

Direito – Direito Público e Constitucional

Alcides da Silveira Faro

Governo Magistratura

Alberto França

Indústria de Química – Farmácia

Alcebiades de Andrade Junqueira

Café – Cultivo

Álvaro da Costa Couto

Indústria do Cimento – Materiais para Construção

Antonio Agnello Serra

Indústria da Madeira – Serraria

Antonio Machado Sant’Ana

Imprensa

Carmosino Borges

Finanças – Banco de Depósitos

Eduardo Luiz Magri

Algodão – Compra e Venda

Eduardo Ribi

Ind. de Eletricidade – Serviços de Energia e Luz

Jaime Mendes Franco

Seguros de Vida

Joaquim Desiderio de Mattos

Engenharia – Serviço de Água e Esgoto

João Palma Travassos

Análise Clínica – Laboratório

Jorge Nogueira Gaia

Medicina – Clínica Médica

José Elias de Almeida

Café – Compra e Venda

José Faria Mendes

Indústria de Eletricidade – Serviços de Energia e Luz

 

 

(Adicional)

 

 

Luiz Tinoco Cabral

Medicina – Cirurgia

Manoel dos Santos Freire

Serviço de Comunicação – Serviço Telefônico

Manoel Siqueira Figueiredo

Finanças – Banco de Crédito Agrícola

Mario Nunes de Souza

Ensino – Ensino Secundário

Nelson Rodrigues Nóbrega

Engenharia – Engenharia Civil

Nelson de Almeida Rodrigues

Finanças – Banco de Descontos

Oldemar D. Pacheco

Seguros – Seguro de Vida (Adicional)

Pedro Julião

Odontologia – Clínica

Raul Geribelo

Café – Consignação

Renato Barachini

Medicina – Veterinária

Renato Guimarães Leite

Direito – Tabelionato

Ubirajara de Souza Roxo

Criação de Gado

 

A primeira diretoria


Presidente

Alcides de Araujo Sampaio

Vice

Manoel Siqueira Figueiredo

1º Secretário

Renato Guimarães Leite

2º Secretário

Manoel dos Santos Freire

1º Tesoureiro

Carmosino Borges

2º Tesoureiro

Antonio Agnello Serra

Protocolo

Pedro Julião

Vogal

Antonio Machado Sant’Ana

 

 

O maior número de sócios que o clube já teve foi em 77 / 78 quando atingimos 84 sócios (Presidente Waldo Adalberto da Silveira).

 

Nestes 55 anos só tivemos três governadores de distrito:

  • Ubirajara de Souza Roxo (50/51)
  • José Magalhães Navarro (70/71)
  • José Carlos Carvalho (2000-2001)

 


Clubes Afilhados
Nosso clube fundou os seguintes clubes:

  • Franca (10/04/35) 1ª Fase
  • Ituverava (08/02/45)
  • Ribeirão Preto Norte (18/05/64)
  • Ribeirão Preto Sul (30/04/69)
  • Jardinópolis (08/10/70)
  • Ribeirão Preto Leste (22/07/78)
  • Rotaract Club de Ribeirão Preto
  • Interact Club de Ribeirão Preto
  • R C de Rincão
  • Rotary Kids de Ribeirão Preto

 

 

Estes clubes, por sua vez formaram outros clubes, aproximadamente, trinta, e todos no distrito 4540.

 

Podemos concluir que, balanceando os prós e contras, nosso clube trabalhou bem para a causa rotária e, certamente, vai continuar como uma estrela brilhante na constelação rotária.

 

 

Casa da Amizade

Registramos um destaque especial para as esposas dos companheiros que, integrando a CASA DA AMIZADE, sempre colaboraram com grande destaque nas obras sociais do clube. A maior parte, se não todas as atividades benemerentes do clube, foram realizadas pelas senhoras em muitas campanhas ao longo dos 55 anos de existência do nosso clube.

 

Para elas o reconhecimento da dedicação e trabalho que realizam, em nome do clube, na CASA DA AMIZADE.